Kylie Brasil
Publicado por Cleo Junior em 06/03/2017 às 23:23

Kylie Minogue está na Austrália para lançar sua nova coleção de óculos com o seu nome. Ela conversou com a repórter Melissa Singer sobre o término do seu noivado com Joshua Sasse, e os planos para seu novo álbum.

Porque você decidiu fazer uma linha de óculos, especialmente nessa altura da sua vida/carreira?

Estou celebrando 30 anos na música, e para mim essa foi a oportunidade perfeita para incorporar um novo processo criativo. Eu uso óculos desde os meus 22 anos, então óculos de grau e de sol são parte do meu dia-a-dia, e isso pareceu bem autêntico e excitante.

Esse tipo de parceria não é novidade. Porque a sua é diferente?

Essa coleção é inspirada na minha vida, e foi criada para quem usa óculos e preza pela qualidade e estilo. Eu tive que parar e pensar em como eu uso meus óculos, o que me faz escolher um estilo ou lentes específicas, as ocasiões em que uso, como eu me sinto com eles e como eu poderia criar uma coleção para que as pessoas gostem. Eu comecei analisando todas as armações que eu tenho, algumas que eu já tenho há mais de 20 anos. Elas são tão diferentes – Designer, marca, baratas, divertidas, e antigas. Realmente não importa de onde vieram. O que importa é que cada uma representa uma era, estilo e proposta.

Qual foi a coisa mais interessante que você aprendeu trabalhando nesse projeto?

Tanta coisa precisa ser levada em consideração – formato, tamanho, cor, textura, materiais e toques finais. Eu queria estilos que eu usaria e estilos que podem não combinar comigo, mas que ficaria perfeito em amigos e pessoas queridas.

Os óculos não são apenas funcionais. Podem ser uma ótima maneira de se expressar e mudar seu estilo. Como molduras em volta dos olhos, os óculos são talvez um dos mais importantes aspectos do seu estilo próprio. Eu quero poder ir de funcional durante o dia, até glamouroso pela noite, mas isso não se resume ao dia ou noite, se resume a óculos que combinam com seu humor ou estilo em diferentes dias.

Fazendo uma retrospectiva, quais decisões profissionais ou pessoais você faria diferente?

Retrospectivas são iluminadas, mas não sempre o que queremos ver. Eu certamente queria ser menos estressada ou menos insegura. Eu queria ter acreditado nos meus instintos em algumas ocasiões e ouvido o melhor conselho quando eu não ouvi. Mas no geral, eu preciso ver o copo como meio cheio  e reconhecer que eu sou todos os momentos da minha vida, os bons e os não tão bons. Ah, definitivamente existem alguns momentos fashions que eu preferiria esquecer.

Qual música você gostaria de ter escrito?

Deus, por onde eu começo? Eu ouvi “Time After Time” da Cyndi Lauper hoje e me lembrei do quando eu amo essa música. Vou começar por essa!

Você teve altos e baixos esse ano. Como você está se sentindo?

Eu me sinto muito bem, na verdade. Não foram momentos fáceis, mas aquilo (o término do noivado com Joshua Sasse) é um problema pessoal e eu não me arrependo. A vida é sobre o amor, experiências, aprendizados e evoluções, e eu me sinto agradecida por todas as experiências na minha vida. Eu também me sinto muito grata pelo apoio generoso dos meus fãs.

Olhando para frente, eu já comecei a trabalhar no meu novo álbum. Voltando ao estúdio e trabalhando com uma nova equipe, tudo parece novo e excitante. O inicio do processo de gravação sempre é energizante e estou ansiosa pelo ano que está por vir.

Em momentos como esses, qual é o melhor conselho que devemos ouvir?

Meu lema atual é vá em frente, faça o que te inspira. Com isso, eu estou concentrada em alcançar o balanço na minha vida e trabalhar duro para isso. Aproveitar os pequenos momentos de prazer quando eles aparecerem, estar presente para as pessoas que eu amo e espalhar a luz sempre que possível.

Imagem de Amostra do You Tube

comentário(s)